Microsoft Research AI

Novo centro de inteligência artificial: Microsoft Research AI

Microsoft Research AI é o novo laboratório de pesquisa focado em inteligência artificial (IA) da gigante de tecnologia, com o objetivo de criar sistemas de aprendizagem de propósito geral.

O laboratório ficará nas instalações da sede da empresa em Redmond, Washington. Terá mais de 100 cientistas de vários sub-campos de pesquisa de inteligência artificial, incluindo percepção, aprendizado, raciocínio e processamento de linguagem natural.

Eric Horvitz, diretor da Microsoft Research Labs, diz que o objetivo é combinar essas disciplinas para trabalhar em busca de inteligência artificial mais geral, ou seja, significa que um único sistema pode resolver uma ampla gama de tarefas e problemas. Por exemplo, planejar a melhor rota para chegar a uma cidade e descobrir como pagar menos tarifas, ao mesmo tempo que compreende conceitos humanos difíceis como sarcasmo e gestos.

Ao entrar na corrida para desenvolver sistemas de aprendizagem mais gerais, a Microsoft competirá com outras empresas de pesquisa de IA, como a DeepMind e Google Brain ambas da Alphabet, bem como a OpenAI de Elon Musk e Peter Thiel, também a GoodAI da República Tcheca.

“A área sofreu uma enorme força centrífuga ao longo dos anos”, disse Horvitz em uma entrevista, observando como os especialistas em visão por computador raramente conversavam com especialistas em processamento de linguagem natural ou vice-versa. O objetivo do novo laboratório da Microsoft, disse ele, é reunir todos esses pesquisadores e fazê-los interagir um com outro para trabalharem em objetivos comuns.

Além de seus pesquisadores, Horvitz disse que a Microsoft planeja contratar cientistas da computação e especialista em áreas como psicologia cognitiva para se juntarem ao novo laboratório. A Microsoft Research AI também será parceiro do Center Brains, Minds and Machines do Massachusetts Institute of Technology (MIT).

A Microsoft é parceira com muitos dos seus novos rivais em um esforço chamado Partnership on AI to Benefit People and Society, que está analisando as implicações éticas do desenvolvimento de sistemas de aprendizagem de máquina mais potentes e cada vez mais onipresentes.

Horvitz, que foi co-fundador da Partnership on AI e assumirá a presidência no próximo ano, disse que a medida que a Microsoft desenvolveu capacidades de IA mais avançadas, era fundamental que esses sistemas fossem considerados justos e transparentes.

Além disso, a Microsoft disse que estava criando um novo projeto chamado AI for Earth que fornecerá US$ 2 milhões em créditos de computação em nuvem e treinamento em inteligência artificial para cientistas que pesquisam questões de sustentabilidade relacionadas à agricultura, água, biodiversidade e mudanças climáticas. O projeto está sendo liderado por Lucas Joppa, cientista ambiental da Microsoft.

Como parte do seu trabalho inicial, a AI for Earth está apoiando um projeto que está usando visão computacional para analisar imagens de satélite da bacia hidrográfica de Chesapeake Bay para examinar como o desenvolvimento está afetando as zonas úmidas. Outro estudo, chamado Project Premonition, está rastreando a propagação de doenças infecciosas através de análise dos patógenos que os mosquitos carregam. O estudo prevê identificar os focos de mosquitos usando tecnologia de visão computacional implantadas em drones e depois usando armadilhas robotizadas para capturar insetos para análises. Um terceiro programa piloto, chamado FarmBeats, está tentando colocar os dados nas mãos dos agricultores para melhorar os rendimentos das plantações.

 

Maiores informações no site Microsoft Research AI

 

Vídeo da BBC Newsnight sobre Microsoft Research AI:

 

fonte: Bloomberg, Microsoft

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

1 thought on “Novo centro de inteligência artificial: Microsoft Research AI”

  1. Gostei do artigo pois mostra bem como as grandes empresas do sector tecnológico desenvolvem novas ferramentas e instrumentos para criar novas sectores de negócios. Hoje, a inteligência artificial e um novo sector onde as principais empresas lutam pela hegemonia no futuro. A Inteligência Artificial, os sistemas de visão e reconhecimento de caracteres, os sistemas de visão, os programas de imagem para desenvolver produtos em 3d, tudo isso, vai ser o futuro da economia. Precisamos trabalhar nesses sectores se quisermos estar bem posicionados nos sectores chave da economia do futuro.

Deixe um comentário