Inteligência Artificial leitura da mente Deep Learning

Inteligência Artificial que faz leitura da mente humana

As redes neurais do Deep Learning podem realizar algumas tarefas bastante impressionantes. Desde aplicações médicas como ajudar os dermatologistas a diagnosticar câncer de pele, ao ensino de robôs para obter um melhor controle sobre o mundo ao seu redor. Mas, poderia realizar a leitura da mente?

As pessoas da Carnegie Mellon University (CMU) certamente pensam assim e desenvolveram uma pesquisa para respaldar suas teorias. Os cientistas da CMU estão trabalhando em um sistema que lê pensamentos complexos baseados em varreduras cerebrais, possivelmente até interpretando frases complexas.

Isso envolveu a coleta de dados de uma máquina de ressonância magnética funcional (sigla fMRI, do inglês functional magnetic resonance imaging), depois passando por algorítimos de machine learning para identificar os blocos do cérebro usados para construir pensamentos complexos.

Inteligência Artificial ativações durante a varredura do cérebro
Ativações do cérebro durante a varredura (crédito: Digital Trends)

No estudo da CMU, a equipe foi capaz de demonstrar ativações cerebrais diferentes de acordo com 240 eventos complexos, desde eventos individuais até tipos de interações social ou ações físicas. Usando um algorítimo inteligente, a equipe pode discernir o que foi pensado em qualquer intervalo de tempo. Depois de treinar o algorítimo em 239 das 240 frases e suas correspondentes varreduras cerebrais, os pesquisadores conseguiram prever a frase final apenas com base nos dados do cérebro. Foi capaz de fazer isso com uma impressionante precisão de 87 por cento. E também fez o contrário, recebeu dados de sentenças e produziu uma imagem precisa de como o cérebro seria ativado durante a frase.

Existe um artigo sobre o assunto publicado na revista Human Brain Mapping com o título “Predicting the Brain Activation Pattern Associated With the Propositional Content of a Sentence

 

Acho que logo teremos um bom equipamento de detector de mentiras.

 

fonte: Digital Trends

 

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário