Google homenageia sonda Cassini

Em seu Doodle do dia 26/04, o Google homenageia o fantástico trajeto da sonda Cassini.


Lançada em 1997, a sonda Cassini foi enviada ao espaço com a missão de estudar as peculiaridades de Saturno. De carona com ela, estava também a sonda Huygens, da Agência Espacial Europeia (ESA), cujo objetivo era pousar na superfície de Titã, o maior satélite natural do planeta.

O ambicioso projeto, que durou mais duas décadas e custou mais de US$3 bilhões, pode então ser considerado mais que um sucesso, pois além de enfrentar os desafios do espaço, teve também que enfrentar o congresso americano que tentou pará-lo, mas que mais tarde acabou sendo convencido que seria imprudente encerrar o projeto e jogar todo o dinheiro na lata do lixo.

A trajetória desta sonda é muito interessante, pois ao ser lançada, ela passa duas vezes pelo planeta Vênus, uma vez pela Terra mais uma por saturno para receber os impulsos gravitacionais e ganhar velocidade para percorrer 3,5 bilhões de quilômetros até chegar a órbita de Saturno.

Em julho de 2004 a sonda finalmente entrou na órbita do planeta. A sonda Huygens se desprendeu em dezembro para pousar em Titã em janeiro de 2005. Esta, por sua vez, teve tempo e energia suficiente para enviar dados atmosféricos e a primeira imagem da superfície de Titã.

A sonda Cassini, que entre outras coisas testou a teoria da relatividade, fez descobertas, enviou imagens incríveis do planeta, dos seus anéis e de suas luas. Sua missão primária encerraria em 2008, mas foi estendida para 2010 e seu desempenho foi o suficiente para estender seu funcionamento até 2017. Entre as descobertas, destacam-se a descoberta de água em Titã e Encélado com compostos suficientes para sustentar vida nesses dois satélites.

Agora a sonda iniciou o “Grand Finale” ao se aproximar de Titã pela última vez e aproveitar o impulso gravitacional, realizar 22 órbitas e depois mergulhar para o “beijo de despedida” finalizando assim, a sua incrível trajetória em outubro de 2017.

Você pode acompanhar o “Grand Finale” diretamente do site da Nasa.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •