Ransomware na Google Play Store, como assim?

Recentemente, a Check Point divulgou um risco de segurança na Google Play Store, onde o usuário foi infectado pelo ransomware apelidado de Charger.

A equipe de pesquisadores do Check Point, detectou que o Charger estava embutido dentro do aplicativo chamado EnergyRescue. Ele pegava todos os contatos e mensagens SMS do aparelho onde estava instalado e solicitava permissão de administração do aparelho. Quando o usuário permitia que o aplicativo EnergyRescue tivesse acesso administrativo, o ransomware bloqueava o aparelho e exibia uma mensagem de resgate solicitando 0.2 Bitcoins (aproximadamente US$ 180).

Portanto, toda vez que um aplicativo solicitar permissão administrativa do aparelho, pense duas vezes antes de conceder.

Matéria do Check Point na integra clique aqui.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •